COMO LIDAR COM A FRUSTRAÇÃO? CONFIRA 5 DICAS

Por: Reginah Araujo

A princípio aprender como lidar com a frustração é algo essencial para que possamos superá-la e começar a ter um sentimento estável diante das decepções.

Pois o Transtorno Depressivo (TD) pode se desenvolver a partir de experiências frustrantes!

Nós sabemos identificar nossos desejos e sonhos e, por isso, buscamos alcançá-los de alguma maneira.

Entretanto, quando algo não sai como o planejado, surge a frustração — que, basicamente, é a reação a uma expectativa que não foi correspondida.

Certamente esse sentimento pode gerar uma sensação de tristeza e até raiva. Quando nos sentimos frustrados no privamos da satisfação de um desejo, de um anseio ou de uma necessidade.

Consequentemente isso causa um afastamento do prazer, o que se assemelha ao TD, contudo, frustração é predominantemente existencial, já a depressão é predominantemente constitucional ou biológica.

Quando temos a consciência de que podemos aprender muito com as situações que não saem como foram planejadas, as frustrações tornam-se parte de um aprendizado que valerá por toda a vida.

E não um fator limitante que nos impede de continuar tentando mesmo quando as coisas não sai como queríamos, leve isso contigo, as coisas precisam dar errado para começar a dar certo.

Se você deseja aprender a lidar melhor com esse sentimento e impedir que um quadro depressivo se desenvolva, confira nossas 5 dicas a seguir.

1. Evite o vitimismo

Fuja do pensamento de que coisas ruins só acontecem com você. As decepções vêm para todo mundo, portanto, precisamos estar dispostos e preparados para lidar com elas.

Assumir um papel de vítima só agrava o problema e impede de enxergar as
possíveis soluções.

Procure usar as frustrações a seu favor. Dessa forma, elas podem servir como estímulo para que você procure por caminhos mais adequados para alcançar seu objetivo.

Saber lidar com esse sentimento evita o desgaste e ajuda em sua capacidade de superação.

2. Como lidar com a frustração analise a situação

Transtorno depressivo

Respire fundo e mantenha a calma. Assim, você poderá enxergar e analisar a situação como um todo.

Entender o que deu errado e como isso aconteceu é um passo importante para que você consiga lidar melhor com as emoções nesse momento.

É fundamental que você analise, também, seus níveis de expectativas. Tente perceber se seus esforços foram equivalentes ao resultado que esperava.

A compreensão disso permite enxergar seus pontos fortes ou fracos e investir em uma estratégia para resolver o que é necessário.

3. Pense em suas qualidades

Se algo não aconteceu como você esperava, não quer dizer que você é uma pessoa incapaz de fazer as coisas darem certos.

Tenha em mente que, muitas vezes, somos nossos maiores críticos e, por isso, colocamos nossas expectativas em um nível difícil de ser alcançado.

Então, é fundamental lembrar-se de suas qualidades e habilidades nos momentos de frustração. Agindo dessa maneira, você não vai encarar a situação como rejeição ou incapacidade de fazer as coisas darem certo.

4. Dê um tempo para você

Após analisar a situação para entender melhor o que aconteceu, tente parar de pensar no assunto. Isso evita que você fique remoendo o que poderia ter feito ou o que deu errado.

Deixe o que aconteceu para trás e procure seguir em frente. Dedicar-se a outras atividades é uma ótima maneira de se distrair do assunto.

As frustrações não podem e não devem comprometer sua motivação diária: lembre-se de que elas fazem parte da vida e o importante é conseguir aprender nessas situações.

Aceite-as de forma construtiva e entenda que elas têm muito a acrescentar a seu aprendizado.

5. Aprenda como lidar com a frustração

como lidar com a frustração

Tenha em mente que a atitude assumida diante de uma frustração é o que vai ditar como você lidará com ela. Não se prenda somente ao que deu errado, pois isso impede que você reconheça os bons momentos da vida — e eles são inúmeros, acredite!

Aprender como lidar com a frustração pode ser uma tarefa difícil, mas não impossível.

Ela requer autoconhecimento e paciência. Confie em seu potencial para resolver os problemas e sua flexibilidade para lidar com as situações adversas que a vida apresenta.

E então, gostou do nosso conteúdo? Nosso projeto Quem Pode Salvar Meu Filho (QPSMF) é uma instituição beneficente que nasceu com o propósito de salvar vidas, nós queremos impedir que mais seres humanos cometam o AutoExtermínio (AE).

Sendo assim ajude a gente a construir este projeto, faça sua doação ou torne-se um voluntário, você é importante para nós!

MEU FILHO AGORA É SEU FILHO, SEU FILHO AGORA É MEU FILHO, NOSSO FILHO AGORA É DO MUNDO!

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.