Depressão Pode Levar as Drogas? Entenda Melhor Essa Relação!

Depressão Pode Levar as Drogas – por: Reginah Araujo

Dê antemão não é novidade para ninguém que a depressão pode levar as drogas, e as drogas podem levar a depressão! Mas como ocorre esse processo?

Entender este processo é muito importante para direcionar medidas interventivas mais eficazes, auxiliando na recuperação do indivíduo. Tanto no vício em drogas, quanto nos sintomas do Transtorno Depressivo.

Segundo o Relatório Mundial sobre Drogas publicado pelo escritório das Nações Unidas que trata justamente sobre o uso de drogas e crimes (UNODC), revela que mais de 35 milhões de pessoas sofrem com transtornos mentais por uso de drogas.

Para o nosso benefício trago para esta conversa a Dra. Luciana Mancini Bari, médica clínica geral do Hospital Santa Mônica.

Sendo assim a Dra.explicará como a depressão pode levar as drogas e como as drogas podem desencadear quadros depressivos.

Como a depressão pode levar as drogas?

depressão e dependência química

Em primeiro lugar as pessoas que apresentam tendências a transtornos emocionais, como a depressão, são mais vulneráveis à dependência química como álcool e/ou drogas ilícitas.

Isso acontece porque  boa parte dessas pessoas, procuram nas drogas um alívio para aquilo que os incomoda.

Essas pessoas veem nas drogas uma válvula de escape para o seu sofrimento emocional! É uma tentativa de combater sintomas como falta de esperança, desânimo, falta de vontade de viver e qualquer outra coisa que acentua a dor e o desesper

Certamente, o hábito de consumir drogas sem levar em conta as consequências que isso traz ao organismo e os impactos na vida pessoal, social e profissional. Também pode ser considerado uma característica da depressão.

Então não podemos ignorar que a junção entre Transtorno Depressivo e uso de drogas representa um alto risco à saúde e à vida do sujeito!

Pois entre as consequências desta mistura destacam-se propensão aos atos suicidas, ao surto psicótico e a diversas outras complicações relacionadas aos efeitos do vício em drogas.

Se você tiver curiosidade dê uma olhada neste artigo onde abordo em detalhes como esta mistura entre drogas e depressão Exterminou Amy Winehouse ao poucos.

Como as drogas podem levar à depressão?

depressão pode levar as drogas

À primeira vista, o vício em drogas é um gatilho poderoso para potencializar as crises depressivas. Porque quando passam os efeitos da droga no organismo é comum o usuário se sentir triste, deprimido, desorientado, como resultado, tem vontade de consumir mais.

De fato, essa relação entre droga e depressão é um dos maiores agravantes de saúde entre a população, principalmente sobre adolescentes.

A galera que curte “dar uns tapas”, ou “dar uns pega no baseado”, normalmente são “recompensados” por aquela sensação momentânea de êxtase, de prazer e desprendimento da realidade. Sendo este o grande motivador para o uso de entorpecentes!

Mas é importante ressaltar que o uso destas substâncias geram grandes prejuízos à saúde do sujeito. Visto que o efeito da droga tem um efeito reverso e torna as crises depressivas ainda mais fortes.

Portanto mesmo que o consumo da droga proporcione um alívio momentâneo, esse alívio dura muito pouco e ao longo do tempo exige doses cada vez maiores para conseguir que esta fuga da realidade dure um pouco mais.

“Assim como um transtorno mental pode levar ao uso de drogas para aliviar os sintomas, o uso de drogas,  por sua vez pode facilitar o aparecimento de um transtorno. No caso da depressão é muito frequente ver esta doença associada ao uso abusivo de drogas”, comenta a médica, Dra. Luciana Mancini Bari.

E complementa:

“Algumas pessoas utilizam as drogas , a princípio, porque confortam e aliviam. Esse comportamento acaba num círculo vicioso. Porque depois da sensação de prazer vem a culpa e a tristeza. Então o indivíduo volta a consumir em quantidade maior e mais frequente. E quando menos espera já criou a relação de dependência, e às vezes mesmo querendo já não consegue ficar sem aquela sensação e com isso surgem diversos  outros problemas que podem ter graves consequências”

Conclusão

Em suma é importante fazer o diagnóstico com um psicólogo, para um aconselhamento adequado entre essa relação de causa e efeito das drogas e a depressão.

O profissional da saúde mental é o único capaz de direcionar para um tratamento adequado ou identificar se é mesmo um quadro depressivo. Pois os sintomas da depressão são amplos, e se manifestam de forma muito distintas entre uma pessoa e outra.

Sobre o vício em drogas segue a mesma lógica para o tratamento da depressão! Dependendo da quantidade usada diariamente, quanto tempo faz uso das substâncias e a personalidade da pessoa, precisa de um acompanhamento profissional.

Pois a falta de uso do entorpecente causa crises de abstinências que alteram o humor, apetite e sono. Portanto, todo esse processo deve ser feito sobre acompanhamento profissional.

Se você curtiu este conteúdo, por favor, colabore com  o projeto Quem Pode Salvar Meu Filho (QPSMF). Nossa missão é salvar vidas, diminuir a taxa de AutoExtermínio e dar apoio para famílias que enfrentam o Transtorno Depressivo.

Então faça sua doação, qualquer valor é válido, ou torne-se voluntário, precisamos de você. Juntos Somos Fortes!

MEU FILHO AGORA É SEU FILHO, SEU FILHO AGORA É MEU FILHO, NOSSO FILHO AGORA É DO MUNDO!

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.